• XIV CONGRESO FABRA

    Sao Paulo-Brasil

    Un grupo de hermanas misioneras agustinas recoletas de la provincia de Santa Rita, asistimos al XIV Congreso de la familia agustiniana de Brasil (FABRA) Click aquí
  • 18 de enero

    Día de la Congregación

    Celebramos un año más el nacimiento de nuestra Congregación. Hacer memoria histórica de este acontecimiento Click aquí
  • Bodas de Oro de Profesión Religiosa

    Cariacica - Brasil

    Nuestras hermanas Itárica Zandonadi, Josefina Casagrande y María Helena Petri celebraron el pasado día 11 de enero Click aquí
  • Entrega de las Determinaciones

    en las Comunidades de Brasil

    Después de la realización de los Ejercicios Espirituales Agustinianos y la peregrinación a la Basílica de Ntra. Sra. de Aparecida, los días 9 y 10 de enero Click aquí
  • Peregrinación al Santuario Nacional

    de Nuestra Señora de Aparecida, Patrona de Brasil

    Los días 7 y 8 de enero de 2018, las misioneras agustinas recoletas de la provincia de Santa Rita Click aquí
  • Ejercicios Espirituales Agustinianos

    Cariacica-Brasil

    Los días 2 al 6 de enero la provincia de Santa Rita, de la congregación de misioneras agustinas recoletas Click aquí
  • Viagem a Aldeia Japiimou

    Vendo com os olhos a memoria

    No dia 05 de outubro uma equipe missionária composta pelo Dom SantiagoSanchez Click aquí
  • Hoy es la octava de navidad y el primer día del nuevo año Click aquí

Madre Esperanza Ayerbe de la Cruz 

Co-fundadora de la Congregación de Misioneras Agustinas Recoletas. Ver vídeo

 

CAMINO A LA SANTIDAD

Madre Esperanza Ayerbe de la Cruz

Un poco de historia y plegaria para alcanzar de ella favores y/o milagros.

Ver vídeo

 

Encontro Vocacional de Jovens

A comunidade Noviciado Santa Rita de Contagem, Minas Gerais, realizou o terceiro encontro com jovens em nossa casa, no dia 17 de maio de 2015. Participaram do encontro seis jovens, três moças e três rapazes. Também se fez presente, o Padre João Luige, monfortino, de nossa paróquia, contribuindo com a reflexão.

 “Apaixonar-se por Deus é o maior dos romances;

procurá-lo, a maior de todas as realizações.”

(Sto. Agostinho)

Foi desenvolvido o seguinte tema: A RAIZ DA NOSSA VOCAÇÃO

                                                                                                

Deus tem vocação e se compromete com ela chamando a todos nós

Êxodo 2, 23-25; 3, 7-10

Deus tem vocação. A vocação de Deus é o grito do povo oprimido! Deus foi chamado pelo povo sofrido e deixou que o chamado entrasse dentro dele. Ele escutou, e deu uma resposta coerente. Deus foi fiel à sua vocação. A bíblia anota sete passos bem precisos da maneira como Deus respondeu à sua vocação:

  1. Deus OUVIU as queixas, escutou o clamor dos oprimidos.
  2. Deus se LEMBROU da aliança que fizera com Abraão, Isaac e Jacó.
  3. Deus VIU a miséria do seu povo e a opressão com que os egípcios o atormentavam.
  4. Deus CONHECEU os seus sofrimentos e os levou em consideração.
  5. Deus DESCEU para libertá-lo.
  6. Deus DECIDIU fazê-lo subir para uma terra fértil.
  7. Deus CHAMOU Moisés e o enviou ao faraó para tirar o povo do Egito.

1. OUVIR: Deus ouviu o clamor

Devemos aprender a escutar o grito calado do pobre, aprender a perceber os problemas dos outros, do povo, estar atentos aos acontecimentos. Como Jesus na estrada de Emaús, devemos nos aproximar das pessoas, caminhar com elas, fazer silêncio para escutar o que conversam e perguntar, ter um “desconfiômetro” para perceber eventuais resistências, desvios e enganos. O ponto de partida é saber fazer silêncio dentro de nós para poder escutar a vocação.

2. LEMBRAR: Deus se lembrou da aliança com Abraão, Isaac e Jacó

Muitas vezes, ao presenciar um fato na rua ou escutar uma notícia na televisão, você se lembra de alguma situação já vivida antes. Os fatos que acontecem hoje trazem de volta as coisas do passado, seja da família, seja do Brasil. E esta lembrança do passado, por sua vez, ajuda a dar uma resposta mais coerente aos apelos que recebemos hoje. A memória do passado é chave para poder analisar bem a situação de hoje e perceber os apelos ou as vocações que aí existem para nós. Sem memória do passado não há futuro para o povo!

3. VER: Deus viu a miséria do seu povo

Todos os dias, vemos a miséria do Brasil: pobres na rua, brigas em família, desemprego, corrupção, exploração, fome, violência etc., mas nem sempre nos damos conta do que está acontecendo. Vemos as coisas, mas não as percebemos. Nós nos acostumamos e nos tornamos insensíveis diante dos problemas do país e das pessoas. Não analisamos as coisas, e para acalmar uma possível rebeldia da consciência arrumamos motivos e pretextos para não nos envolver. Por falta de análise crítica da realidade não enxergamos o apelo e, mesmo vendo, não descobrimos nossa vocação.

                                                                                                                    

4. CONHECER: Deus conheceu os sofrimentos

Na bíblia, a palavra conhecer indica não só um conhecimento teórico obtido pelo estudo. Na bíblia, conhecer indica uma experiência prática, obtida na convivência. Uma coisa é conhecer de longe, outra é sentir de perto. Quem vive em condomínio fechado não sabe o que sofre um favelado. Quem esteve na casa do desempregado sabe o que significa não ter o que comer. Uma vocação que não se envolve não atinge o seu objetivo.

5. DESCER: Deus desceu para libertar o seu povo

A situação do povo que gritava fez com que Deus saísse do lugar onde estava para colocar-se no lugar onde estava o povo. Mudou de posição. Fez opção pelos pobres e oprimidos. Descer significa mudar de posição social. Para poder assumir sua vocação é muito importante a pessoa fazer algo, por menor que seja, para descer, mudar de posição. Por exemplo: no jeito de oferecer uma ajuda aos outros, na hora de votar, nas decisões que se tomam, na maneira de fazer análise dos problemas etc. Diz um provérbio: “A fome na China pode se grande, mas meu calo dói mais!”. É colocando-me no sapato do outro que percebo que a fome na China dói mais que o meu calo.

6. DECIDIR: Deus decidiu fazê-lo subir para uma terra fértil e espaçosa

Deus OUVIU, LEMBROU, VIU, CONHECEU e DESCEU. Agora ele começa a agir, tomando decisões concretas a partir da posição do outro, com o enfoque do outro, e elabora um projeto para libertar o povo daquela situação. Percebeu que do jeito que o povo estava não podia continuar e que era necessário encontrar um outro modo de viver. O projeto levou quarenta anos para ser realizado. Deus parece não ter pressa. Ele não planta alface. Planta jacarandá.

7. CHAMAR: Deus chamou Moisés e o enviou para tirar o povo do Egito

Deus chamou Moisés, Moisés chamou Aarão, Aarão chamou outros, os outros chamaram outros. Iniciou-se um processo que chegou até nós. Deus tomou iniciativas, envolveu pessoas, fez com que os outros passassem pelo mesmo processo. A raiz da vocação de Moisés era a preocupação de Deus em ser fiel à vocação que ele (Deus) estava recebendo do povo e em atender ao chamado dos oprimidos. A raiz da nossa vocação é a vocação de Deus. Através do chamado que nos dirige e que nós descobrimos dentro dos fatos, Deus vai dando uma resposta à vocação que ele está recebendo hoje dos pobres, aqui no Brasil. Foi assim que Jesus viveu a sua vocação lá na Palestina, e é assim que também devemos experimentar e viver a nossa vocação. Isto dá maior profundidade e compromisso ao que já esmos fazendo.

Foi aprofundado o conteúdo acima, em seguida fez-se um trabalho individual, onde cada um/a fez anotações das perguntas:

1. Reflita sobre a história da sua vocação pessoal a partir dos sete passos da vocação de Deus.

2. Escreva algo de sua reflexão que pode te ajudar na descoberta de sua VOCAÇÃO.

No final todas/os partilharam o que foi mais significativo no encontro. Percebem-se interesse e inquietude das/os jovens no discernimento de sua vocação.

Em seguida, num momento de descontração e confraternização, foi servido canjicão, oferecido pelas Irmãs.

Agradecemos a Deus a participação das/os jovens nesta nova iniciativa.

 

 

  • enc5
  • enc1
  • enc3
  • enc2
  • enc4

A través del uso de este sitio web, declara aceptar el uso de cookies.

Para el buen funcionamiento de este sitio y la medición de su uso, Misioneras MAR usa cookies, usted acepta su uso. Saber más

Acepto
A través del uso de este sitio web, declara aceptar el uso de cookies.
 
Para el buen funcionamiento de este sitio y la medición de su uso, esta plataforma usa cookies.Si lo considera necesario, la sección de ayuda de su navegador le informará sobre los prcedimientos para configurar los cookies.
 
Para mayor información sobre cookies, puede visitar el sitio About Cookies (en inglés).

Sobre las MAR

Carisma

Símbolos

Vidas que iluminan

Nace

Evoluciona

Permanece

Personajes

Provincias

Pastoral Vocacional

FRAMAR

 

Aquí estamos

España

Ecuador

México

China

Colombia

Perú

Brasil

Argentina

Venezuela

Cuba

 

Misioneras Agustinas Recoletas M.A.R 
C/. San José, 34 Barrio de La Fortuna. Leganés. 
Madrid, España.

¿Estas interesada en pertenecer a nuestra congregación?
Email:
Asunto:
Mensaje:
Anti-Spam ¿Cuánto es 9 + 9?
Copyright © 2016 - Misioneras Agustinas Recoletas - Hecho con ♥ por I-tech Advice