“SER SUAS TESTEMUNHAS ATÉ OS CONFINS DO MUNDO, ATÉ O MAIS ÍNTIMO DA FLORESTA”…

“SER SUAS TESTEMUNHAS ATÉ OS CONFINS DO MUNDO, ATÉ O MAIS ÍNTIMO DA FLORESTA”…

Dos dias 10 a 13 de Maio de 2018, a equipe missionária da paróquia Nossa Senhora de Nazaré, Lábrea – Amazonas composta por: Dom Santiago Sánchez Sebastián, Irmã Ivone Leonor da Silva Herbert, Irmã Ana Maria da Silva e o comandante Abnaide Cordeiro dos Santos fizeram a primeira atividade missionária do ano 2018, nas comunidades ribeirinhas do Rio Purus.

“Grande é o Rio Purus e muitas comunidades à sua margem. Algumas, pequenas de mais, recebem com alegria os missionários.

Seguindo o objetivo prioritário da pastoral da Prelazia, foi uma desobriga de “Santas Missões Populares” envolvendo eles mesmos na missão.

Vida precária dessa gente… Muito trabalho e muita pobreza! O corpo curtido pelo sol e a alma pela luta em favor da vida. Acolhedores e alegres vivem a vida multiplicando-se.

Feliz em levar a alegria pascal, o Cristo vivo e ressuscitado. Experiência compartilhada com as “expertas” MAR, aprendizado de bispo novato. Que grande é a messe que o Senhor me confiou! Como sou grato aos Missionários.

Grande presente de Deus, encontrar-Lo na natureza, no povo simples! “Imitando a Palestina de Jesus, fazendo vida o mandato de despedia Dele no dia da Ascensão: Ser suas testemunhas até os confins do mundo, até o mais íntimo da floresta…” (Dom Santiago)

Nós MAR, agradecemos a Deus pela experiência vivenciada com nosso querido bispo! Foram dias de reencontro com as famílias ribeirinhas, onde tivemos a possibilidade de partilhar a vida e os sacramentos.

Durante a viagem, a comunidade itinerante teve momentos de: fraternidade, partilha de vida e brincadeiras, em clima de muita confiança e descontração, que não deu lugar ao cansaço, depois de muitos encontros, visitas, formações e três celebrações diárias.

Agradecemos ao Senhor por este momento de graça, onde pudemos partilhar a vida e a fé, através da missão que o Senhor nos confiou.

Irmãs: Ana Maria da Silva e Ivone Leonor da Silva Herbert

Deja un comentario